Diretor-geral da OMC deixa cargo em plena crise

O diretor-geral da OMC, Roberto Azevêdo. Foto: EBC

Hoje (31), o diretor-geral da Organização Mundial de Comércio (OMC), Roberto Azevêdo, deixou o cargou, após sete anos à frente da entidade. Azêvedo saiu de forma antecipada, um ano antes do término de seu segundo mandato. 

Em maio, quando anunciou a decisão, o diplomata brasileiro disse que ela foi motivada por questões pessoais e que atende aos melhores interesses da organização em seu processo de reforma. Para ele, a organização deve começar a moldar uma agenda para as novas realidades pós-pandemia de covid-19 já com um novo diretor-geral.

O Conselho Geral da OMC está em processo para escolha do novo diretor-geral, que deve ser anunciado nos próximos meses. Oito candidatos foram indicados por seus países para dirigir a organização e já foram apresentados aos membros da OMC em reunião especial.

Anterior

RN foi o segundo com mais equipes selecionadas para o “Desafio SESI de Robótica Covid-19”

Próximo

Afastado do cargo, governador Wilson Witzel recorre ao STF

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas