Construção potiguar caiu menos em maio, aponta FIERN

Foto: Magnus Nascimento

A Sondagem Indústria da Construção, elaborada pela Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN), aponta que o nível de atividade do setor no Rio Grande do Norte durante o mês de maio cresceu 0,7 ponto suavizando, o ritmo do declínio que ocorria continuadamente desde fevereiro.

Em outras palavras, o indicador correspondente atingiu 19,1 pontos, mas ainda está muito distante dos 50 pontos, patamar que separa crescimento de queda. Em relação ao mês de janeiro, o indicador de nível de atividade acumula queda de 30,5 pontos.

Outros indicadores também experimentaram moderação no ritmo do declínio em maio, como o do nível de atividade efetiva em relação ao usual que cresceu 2,1 pontos (atingindo 17,3 pontos) e o de número de empregados, que avançou 13,2 pontos (ficando na marca dos 38,9 pontos).

Na segunda metade de 2019 até janeiro de 2020, o setor vinha experimentando uma recuperação gradual, quando perdeu o fôlego nos meses seguintes e foi surpreendido pelos impactos da pandemia do coronavírus.

 

Anterior

Banco do Nordeste oferece crédito emergencial com taxa de 2,5% ao ano

Próximo

Decreto publicado nesta sexta-feira (26) modifica RPAT

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas