União comprou quase R$ 2 bi em insumos de combate ao coronavírus

O primeiro voo a chegar da China com equipamentos que auxiliarão no combate ao Covid-19. Foto: Edvaldo Reis/Prefeitura do Rio

O Ministério da Economia revelou hoje (1), o balanço das compras realizadas pela União de insumos de saúde ligados ao enfrentamento à pandemia do Covid-19. Ao todo foram totalizados R$ 1,907 bilhão em quase 5 meses. Desde 7 de fevereiro, quando foi publicada a Lei 13.979, que trata das medidas emergenciais de saúde pública, o governo federal promoveu 3.865 processos para a aquisição de 11,5 mil equipamentos e de 847 serviços.

Quase a totalidade das compras especiais ocorreu com dispensa de licitação, mecanismo previsto na lei emergencial. A aquisição por meio dessa modalidade somou R$ 1,806 bilhão. O governo comprou R$ 78,27 milhões por meio de pregões eletrônicos e R$ 23,49 milhões por meio da inexigibilidade de licitações, quando a contratação direta é autorizada por falta de competidores.

Os insumos de saúde mais adquiridos foram álcool etílico, luvas e máscaras. Os órgãos que mais compraram insumos no período da pandemia foram a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), com mais de R$ 667,5 milhões; seguido do Ministério da Saúde, com R$ 243,5 milhões.

Anterior

Campanha de vacinação contra influenza é prorrogada até o dia 30 de junho

Próximo

Núcleo de Acesso ao Crédito da FIERN orienta empresas sobre PRONAMPE

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas