Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/customer/www/cabugi.com.br/public_html/wp-includes/class-wp-post-type.php on line 568
FIERN/COEMA buscam soluções para óleo no litoral do RN – Cabugi Notícias

FIERN/COEMA buscam soluções para óleo no litoral do RN

Registro da reunião que ocorreu na Casa da Indústria. (Foto: FIERN)

Em uma reunião realizada nesta quarta-feira (4) entre a Comissão Temática de Meio Ambiente (COEMA/FIERN reuniu diretores da FIERN, Sindicatos filiados, industriais, representantes de órgãos reguladores, como o IDEMA, a Marinha do Brasil e pesquisadores para se debater sobre o enfrentamento de problemas causados pelo derramamento de óleo no litoral do Rio Grande do Norte (RN).

O Coronel Medeiros, do 3º Distrito Naval, comentou sobre o primeiro avistamento de óleo no litoral potiguar, ocorrido no dia 7 de setembro. “Nesse mesmo dia, cerca de uma hora depois, já havia equipes na praia verificando o fato. E, hoje, contamos com 34 navios, mais de 20 aeronaves e mais de 10 mil pessoas envolvidas em todas as ações, além do pessoal da parte técnica e científica”, afirmou.

Ações adotadas pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) foram apresentadas pelo diretor técnico, Werner Farkatt, que explicou o trabalho de monitoramento realizado. “Temos equipes de mergulhadores fazendo monitoramento nas praias, inclusive na área dos parrachos, e todo o resultado está sendo divulgado diariamente. A equipe de imprensa do IDEMA está responsável por esta divulgação”, explicou.

Segundo o Boletim do IBAMA, emitido em 17/11, o Rio Grande do Norte apresenta 51 áreas livres da presença de óleo, 18 apontam a incidência de vestígios/esparsos e 2 áreas com a presença de óleo, sendo elas: a Foz do Rio Catú, no município de Canguaretama e a Praia de Barreta, em Nísia Floresta.

Fonte: FIERN.

Anterior

Turma da Mônica traz exposição Donas da Rua da História para Natal

Próximo

Confira a Agenda Esportiva da Prefeitura para esta semana

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas