Mais 4 navios gregos estão entre os investigados por vazamento de óleo

Dos 30 navios-tanque que navegaram na região onde o óleo pode ter se espalhado, o Bouboulina é o principal suspeito.  (Foto: José Aldenir/Agora RN)

De acordo com a investigação da Marinha do Brasil com a Polícia Federal (PF), mais quatro navios de bandeira grega, além do Bouboulina, da empresa Delta Tankers, são alvo da investigação do derrame de óleo cru que atingiu o litoral dos nove estados do Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe).

A Delta Tankers negou qualquer relação com o óleo encontrado no litoral nordestino e garante que pode comprovar a regularidade de suas operações, através de registros gravados por câmeras e sensores existentes no interior do Boubolina. Segundo eles, não foi encontrado nenhum indício de vazamento do produto no transporte.

Segundo a Marinha, as investigações da Polícia Federal, com apoio de instituições nacionais e estrangeiras, identificou 30 navios-tanque de várias nacionalidades que navegaram próximo à costa brasileira, na região de onde o óleo pode ter se espalhado.

Dos 30 navios-tanque, o Bouboulina é apontado como o principal suspeito.

Fonte: Agência Brasil.

Anterior

Atleta potiguar se prepara para mais um nacional de atletismo

Próximo

14º Encontro Nordestino de Xaxado terá equipe de Parnamirim

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas