MPF e PF no RN realizam mandados de navio suspeito sobre derrame de óleo

Dos 30 navios-tanque que navegaram na região onde o óleo pode ter se espalhado, o Bouboulina é o principal suspeito.  (Foto: José Aldenir/Agora RN)

A Polícia Federal cumpre, nesta sexta-feira, 1º, mandados de busca e apreensão em uma agência marítima e na sede de representantes de uma empresa, no Rio de Janeiro. O MPF concordou com a manifestação da PF e pediu à Justiça Federal a expedição dos mandados, emitidos pelo juiz da 14ª vara criminal do Rio Grande do Norte. Os dois alvos são ligados à proprietária de um navio mercante de bandeira grega, indicado como origem do derramamento de óleo na costa nordestina.

O Inquérito Policial sobre o caso, no RN, teve acesso a imagens de satélite que partiram das praias atingidas até o ponto de origem (ponto zero) de forma retrospectiva. O relatório de detecção de manchas de óleo, de autoria de uma empresa privada especializada em geointeligência, indicou uma mancha original datada de 29 de julho deste ano, e fragmentos se movendo em direção à costa brasileira.

 

Fonte: Agora RN

Anterior

Policiais Civis exigem presença da governadora nas reuniões e ameaçam greve

Próximo

Boletim mostra que 47 casos de sarampo estão em investigação no RN

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas