Natal deve iniciar licitação de lixo ainda em 2019, diz Urbana

Imagem retirada da internet

A Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana) deve iniciar processos licitatórios ainda este ano para serviço de coleta de lixo na cidade. Medidas para tratamento e destinação final do lixo produzido em Natal foram debatidos nesta terça-feira (17), em uma audiência pública na Câmara Municipal.

Segundo o diretor-presidente da Urbana, Jonny Costa, a intenção da companhia é inserir nas licitações a modalidade de coleta seletiva e de processamento do lixo, e uma das medidas é a da Lei 6.663/17, que trata da destinação dos resíduos sólidos e pune quem não faz o destino correto do lixo. Costa também disse que Natal produz mais de 700 toneladas de lixo por dia e custa cerca de R$ 7 milhões por mês para coletá-lo.

“Com a nova licitação, queremos expandir a coleta seletiva da cidade dando à empresa vencedora a responsabilidade de levar a coleta seletiva para os quatro cantos da cidade. Com isso, ao invés de gastar para coletar e dar uma destinação final, poderemos gerar receita com o lixo”, disse.

Anterior

Bolsonaro sanciona lei que amplia posse de armas em propriedades rurais

Próximo

Servidores dos Correios declaram fim da paralisação no RN

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas