Justiça do RN suspende processo operação que apura crimes de corrupção no Detran

Foto: Divulgação / JFRN

O processo da Operação Sinal Fechado, que apurou crimes de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro no Departamento de Trânsito (Detran), foi suspenso pela Justiça do Rio Grande do Norte. A decisão foi tomada pelo juiz Walter Nunes, que entendeu que a matéria se enquadra na decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que julgou ilegal o compartilhamento de informações pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) sem autorização judicial.

Em julho, o ministro Dias Toffoli, presidente do STF, acolheu o pedido de defesa do senador Flávio Bolsonado (PSL-RJ) e suspendeu temporariamente todas as investigações em curso no Brasil que sejam baseadas em dados sigilosos compartilhados pelo Coaf sem a autorização da Justiça.

Por causa disso, o magistrado potiguar suspendeu o andamento da Operação Sinal Fechado até que o processo que originou a decisão na Corte federal seja analisado pelo plenário do Supremo.

Fonte: G1 RN

Anterior

Governo do RN convoca mais de 100 professores de Libras aprovados em concurso

Próximo

Potiguar Ítalo Ferreira leva ouro nos Jogos Mundiais de Surfe no Japão

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas