Bolsonaro pede união da América do Sul por Amazônia

Em seu discurso, Bolsonaro ataca presidente da França e apoia argumento do presidente boliviano. (Foto: Adriano Machado/Reuters)

Hoje (6), o presidente Jair Bolsonaro discursou na Colômbia, na cidade de Letícia, e pediu a união dos chefes de Estado da América do Sul para “soberania” dos países da região amazônica. Ele se pronunciou através de uma videoconferência, já que precisará fazer uma cirurgia depois de amanhã (8). 

“A Amazônia é nossa! É do Brasil, da Bolívia, da Colômbia, da Venezuela, das Guianas, de todos nós. Só desta forma, com a nossa união, sem ceder a qualquer tentação externa de deixar sob administração de terceiros a nossa área, poderemos fazer com que nossas riquezas revertam em benefícios e bem-estar para os nossos países”, afirmou.

Ainda em seu discurso na Colômbia, Bolsonaro voltou a atacar o presidente francês, Emmanuel Macron. Além disso, ele acusou os antigos governos do Brasil de serem responsáveis pela “região amazônica ameaçada”. 

Ele, ao argumentar contra as demarcações indígenas, usou como exemplo o presidente boliviano Evo Morales, que afirma que tratam estas pessoas “como se fossem pré-históricas”.

Para saber um pouco mais e ver o discurso do presidente na íntegra, acesse Notícias UOL.

Anterior

Prefeitura disponibiliza cartilha digital do Plano Diretor de Natal

Próximo

Polícia Civil realiza multirão nesta sexta-feira (6)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas