TJRN é o mais caro e menos eficiente, diz CNJ

(Foto: Humberto Sales/Arquivo TN)

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) constatou que o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte é o terceiro menos eficiente em um grupo de 12 tribunais de pequeno porte e com o terceiro maior custo em manutenção de pessoal previstas na CLT e nos acordos sindicais (remuneração, pacote de benefícios, respeito às relações de trabalho). Os dados são do relatório de 2019 do “Justiça dos Números”, que analisa a produtividade dos tribunais do ano anterior. 

Ao mês, um servidor judiciário custa R$ 15.744, e o Tribunal custa em média R$ 62.412 para o pagador de impostos do estado, incluindo vários benefícios que não representam o valor recebidos por eles. Atualmente, o TJRN tem 5.028 servidores e 247 juízes. 

Em 2018, TJRN caiu 30 pontos percentuais em relação a eficiência, de 88% a 58%, se comparados com números do ano de 2017.

Anterior

Prefeitura de Macaíba emite nota sobre Concurso

Próximo

Cai o número de mortes violentas no Brasil

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas