TSE cassa mandato de prefeito de Ceará-Mirim e novas eleições serão realizadas

Em sessão do Tribunal Superior Eleitoral, na manhã desta quinta-feira (22), o prefeito de Ceará-Mirim, Marconi Barreto, teve seu mandato cassado. Os sete ministros votaram à unanimidade pela perda do mandato do gestor municipal.

Marconi Barreto, que também é proprietário e presidente de Honra do Globo Futebol Clube, foi condenado por abuso do poder econômico nas eleições de 2016, quando disputava o cargo e custeou obras de drenagem e abertura de canais em trechos de rio que percorrem povoados em Ceará-Mirim. Segundo a denúncia movida pela Coligação Esperança do Povo, o pagamento pelas obras teria influenciado na disputa eleitoral, já que beneficiou diretamente a população que depende da água para a agricultura.

Com a decisão, ficou determinado o prazo de 90 dias para que Ceará-Mirim tenha novas eleições. Até lá, o presidente da Câmara Municipal de Ceará-Mirim, Ronaldo Venâncio (PV), ocupará o comando do Executivo Municipal.

Anterior

Evento reúne aeronaves na Grande Natal

Próximo

Prévia da inflação de agosto desacelera e fica em 0,08%

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas