Em nota, General Girão rebate acusações e esclarece ausência

Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

O deputado federal General Girão rebateu hoje (21), por meio de nota, as acusações proferidas pela Associação dos Oficiais Militares do Rio Grande do Norte. Ele havia sido acusado de se negar a assinar a emenda ao projeto de lei (PL) 1.645/19, que garante aos policiais e bombeiros o mesmo tratamento social dos militares da União.

Girão explicou que estava afastado da Câmara dos Deputados entre o mês de junho e julho para realização de cirurgia cardíaca. Ele também afirmou só ter retornado para suas atividades parlamentares recentemente, com restrições, e que por isso não tenha assinado a emenda. O deputado ainda alega não ter sido procurado pela Associação para dar sua versão sobre o ocorrido.

Além disso, o General da reserva esclareceu que há necessidade de discutir, aperfeiçoar e consolidar o sistema de gestão estadual das corporações policiais, que segundo ele ” há anos estão à mercê de atitudes ideológicas de determinados governadores, debilitando as estruturas de comando, com graves consequências para a Segurança Pública”. Girão reitera seu apoio aos bombeiros e a polícia militar, e enaltece a importância da união da classe no atual momento.

Anterior

Bacurau terá pré-estreia especial em Parelhas

Próximo

Paulo Neris, o recordista mundial em doar sangue

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas